Asset Publisher Asset Publisher

Lançamento do "Relatório Estatístico do Asilo 2022 – Requerentes e Beneficiários de Proteção Internacional em Portugal"

Imagem em Destaque
Lançamento do "Relatório Estatístico do Asilo 2022 – Requerentes e Beneficiários de Proteção Internacional em Portugal"

O Alto Comissariado para as Migrações (ACM) e o Observatório das Migrações (OM) promoveram esta segunda-feira, dia 20 de junho, a sessão Diálogos OM "Trajetórias de Refúgio em Portugal", nos formatos online e presencial, na Fundação Calouste Gulbenkian. O encontro incluiu o lançamento do "Relatório Estatístico do Asilo 2022 – Requerentes e Beneficiários de Proteção Internacional em Portugal".

A iniciativa, realizada por ocasião do Dia Mundial do Refugiado, assinalado a 20 de junho, contou com a participação da Secretária de Estado da Igualdade e Migrações, Isabel Almeida Rodrigues, e do Vogal do Conselho Diretivo do ACM, José Reis.

O "Relatório Estatístico do Asilo 2022 – Requerentes e Beneficiários de Proteção Internacional em Portugal" foi apresentado pela autora, Catarina Reis de Oliveira, Diretora do Observatório das Migrações e Coordenadora da Coleção Imigração em Números. Este é o terceiro relatório estatístico do asilo que integra a linha editorial da Coleção Imigração em Números. Estes relatórios disponibilizam, anualmente, dados estatísticos e administrativos, de fontes internacionais e nacionais, para informar decisores políticos e sensibilizar a opinião pública acerca das principais tendências do acolhimento de requerentes e beneficiários de proteção internacional em Portugal.

A sessão integrou ainda um painel dedicado ao tema Experiências femininas de refúgio, durante o qual foi lançado o mais recente volume da Coleção Estudos OM: Trajetórias de refúgio: análise de género, intersecionalidade e políticas públicas em Portugal, de Beatriz Padilla, Thais França e Adriana Vieira (Estudo OM #71), que estiveram também presentes no encontro. O painel contou ainda com a apresentação de dois volumes da Coleção Teses OMPolíticas, Instituições e Percursos Migratórios de Mulheres e Meninas Refugiadas em Portugal e Dinamarca, de Sofia de Almeida (Tese OM #54); e A violência sexual e de género nos campos de população refugiada: Enquadramento e análise legal, de Tatiana Morais (Tese OM #52). 

As novas publicações foram debatidas por um painel de convidados representado por Joana Topa, da Universidade da Maia (ISMAI) e do Centro Interdisciplinar de Estudos de Género (CIEG) do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP-ULisboa); Cristina Santinho, do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE); Pedro Góis, do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra; Inês Carreirinho, do Conselho Português para os Refugiados; Ana Sofia Branco, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e Enise Dalci, da Iniciativa de Empoderamento das Mulheres em Situações de Refúgio / Fórum Refúgio Portugal. O debate foi moderado por Vera Eloi da Fonseca, Coordenadora da Equipa de Projeto Desigualdades Intersecionais do ACM.

Notícias Relacionadas:

«Diálogos OM “Trajetórias de Refúgio em Portugal”» ACM, 03.06.2022

«"40% dos pedidos de asilo foram de afegãos"» Observador, 20.06.2022

Em 2020, Portugal só acolheu 0,1% dos refugiados da União EuropeiaPúblico, 20.06.2022


Related Articles Related Articles

Migrant Support Line

This hotline is working from Monday to Friday between 9:00 am and 7:00 pm. Get more information here.

Powered By Liferay

Fechar popup

Bem-vindo ao novo portal do Alto Comissariado para as Migrações

Procuramos reunir aqui um conjunto de informação essencial e de interesse para os migrantes. No entanto, sabemos que este é um trabalho contínuo que nunca está terminado.

Contamos consigo para tornar este site mais completo. Se souber de alguma informação que deva ser adicionada ou corrigida, entre em contacto connosco através do acm@acm.gov.pt.