Portugal é, desde há muito tempo, um país de chegadas. Esta nossa vocação, reforçada no início do século XXI, tem-nos colocado na liderança das melhores políticas de integração daqueles que escolheram Portugal para viver. Contudo, a última década tem-nos trazido novos desafios globais que as migrações encerram. À missão da integração dos imigrantes, acresceu a inclusão de novos cidadãos portugueses, bem como a ligação e o apoio aos nossos cidadãos portugueses não residentes que estão espalhados pelo Mundo.

Por isso mesmo, o recentemente aprovado Plano Estratégico para as Migrações (2015-2020) vem estabelecer os alicerces de uma estratégia migratória mais abrangente. Uma política migratória moderna, de largo espectro e pro-ativa. Uma estratégia que engloba imigrantes, emigrantes, luso-descendentes e novos cidadãos portugueses, muitos deles descendentes de imigrantes. Prestarmos serviços migratórios adequados a estes novos perfis tem sido um dos maiores projetos deste renovado Alto Comissariado.

As migrações representam uma enorme oportunidade que Portugal tem sabido gerir de forma eficaz. Essa gestão, nomeadamente da imigração, tem sido reconhecida nacional e internacionalmente, sendo apontada, em muitos domínios, como uma prática a replicar noutros contextos.

Convido-vos, por isso, a conhecerem o trabalho desenvolvido pelo Alto Comissariado para as Migrações e pelos seus inúmeros parceiros públicos e da sociedade civil.

Convido-vos, ainda, na vossa esfera de atuação quotidiana, a poderem contribuir para continuarmos a fazer de Portugal um país acolhedor, tolerante e inclusivo. Porque a integração se faz, também, a partir de cada um(a) de nós.

Sejam bem-vindos(as) ao website do Alto Comissariado para as Migrações.

 

O Alto-comissário para as Migrações

Pedro Calado