Asset Publisher Asset Publisher

“Cuidar do Outro” em destaque no II Congresso do Diálogo Inter-religioso

Imagem em Destaque
“Cuidar do Outro” em destaque no II Congresso do Diálogo Inter-religioso
“Cuidar do Outro” é o tema do II Congresso do Diálogo Inter-religioso que irá realizar-se no dia 3 de outubro, entre as 9h00 e as 18h30, no auditório da Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa. A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição até ao dia 26 de setembro.
A iniciativa é promovida pelo Alto Comissariado para as Migrações, em parceria com a Comissão da Liberdade Religiosa e o Grupo de Trabalho do Diálogo Inter-religioso, com o apoio da Universidade Católica Portuguesa. As sessões de abertura e de encerramento contarão, respetivamente, com as intervenções da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, e da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro.
O encontro reunirá conferencistas nacionais em torno de três painéis temáticos: Saúde e Assistência Hospitalar e às Prisões – O Cuidado do Outro; Responsabilidade Social nas ONG e Sociedade Civil/Intervenção Social, Apoio Social à Comunidade; Educação Formal e Não Formal.
Obtenha mais informações através do e-mail: inter-religioso@acm.gov.pt
 
 

“Migrações e Saúde em Portugal” em debate nos Diálogos OM

Imagem em Destaque
“Migrações e Saúde em Portugal” em debate nos Diálogos OM
Os Diálogos do Observatório das Migrações (OM) reuniram na passada sexta-feira, dia 14 de setembro, no Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) de Lisboa, diferentes figuras da comunidade académica, decisores políticos e representantes da sociedade civil para debater a interceção entre as migrações e a saúde em Portugal. Esta que foi a segunda edição dos Diálogos OM contou com as presenças do Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, e da Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas.
“Num momento simbólico em que se assinalam os 39 anos do SNS, importa relembrar que esta é uma estrutura que assegura o acesso aos cuidados de saúde a todas/os as/os cidadãs/ãos, nacionais ou não, independentemente da sua condição social”, começou por frisar o Alto-comissário para as Migrações. Relembrando as várias parcerias e colaborações, ao longo dos tempos, estabelecidas com a Direção-Geral da Saúde, Pedro Calado destacou o envolvimento do Alto Comissariado para as Migrações, I.P., nas “diferentes formas de comunicação de conteúdos, nomeadamente ao nível das traduções, que deram origem ao Manual de Acolhimento no Sistema de Saúde para pessoas migrantes, ainda hoje considerado uma referência na área”.
Durante a sessão de abertura, a Diretora-Geral da Saúde afirmou que o tema das migrações e saúde é “particularmente caro ao país”, focando o envolvimento de Portugal na aprovação da Estratégia e Plano de Ação sobre Saúde e Migrantes, durante a Assembleia da Organização Mundial de Saúde (OMS), com vista à promoção da saúde de pessoas refugiadas e migrantes. Sobre este desígnio de livre acesso a cuidados de saúde, Graça Freitas recordou ainda a “meritória generosidade daqueles que, em 2001, tornaram possível o acesso de todas/os as/os cidadãs/ãos à saúde, salvaguardando assim os direitos das pessoas migrantes e refugiadas”.
A sessão contou com o lançamento do Caderno Estatístico Temático sobre “Migrações e Saúde em números: o caso português”, com coordenação de Catarina Reis Oliveira e coautoria de Natália Gomes. Também o estudo “Atitudes e Representações face à Saúde, Doença e Acesso aos Cuidados de Saúde nas Populações Imigrantes” foi apresentado pela investigadora Sónia Dias, que coordenou esta publicação do OM. Ambas as publicações foram, ainda, comentadas pela Chefe da Missão da Organização Internacional das Migrações (OIM) em Portugal, Marta Brozin, pelo Presidente da Associação de Intervenção Comunitária, Desenvolvimento Social e de Saúde (AJPAS), António Carlos Silva, pela Coordenadora do Gabinete de Saúde do CNAIM, Fernanda Silva, e pela Presidente do Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT), Maria Lucinda Fonseca.
 
 

Comunicados – Publicidade das Decisões Condenatórias – QN92/2016/PCO19/2016/ACM e QN45/2017/ACM-PP

Imagem em Destaque
Comunicados – Publicidade das Decisões Condenatórias – QN92/2016/PCO19/2016/ACM e QN45/2017/ACM-PP
O Alto-comissário para as Migrações, na qualidade de Presidente da Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial, emitiu, esta segunda-feira, dia 10 de setembro, dois comunicados de Publicidade das Decisões Condenatórias da Comissão Permanente da CICDR, referentes aos processos QN92/2016/PCO19/2016/ACM e QN45/2017/ACM-PP.
Consulte os Comunicados:

ACM promove três novos cursos de “Apoio à Criação de Negócios”

Imagem em Destaque
ACM promove três novos cursos de “Apoio à Criação de Negócios”
No âmbito do Programa de Promoção do Empreendedorismo Imigrante (PEI), o Alto Comissariado para as Migrações, I.P., através do Gabinete de Apoio ao Empreendedorismo Migrante, vai promover a realização de três novos Cursos de “Apoio à Criação de Negócios”.
A 11 de setembro, pelas 14h00 e 15h30, decorrerão no Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) Norte duas sessões de apresentação e esclarecimento sobre estes cursos.
Em Lisboa a sessão de esclarecimento decorrerá a 13 de setembro, às 10h00, no CNAIM de Lisboa. Nessa data, será igualmente dinamizado um workshop sobre “Atitude Empreendedora”, ministrado por José Soares Ferreira, uma referência na área do empreendedorismo em Portugal e criador do PEI.
Estes cursos de “Apoio à Criação de Negócios” são gratuitos, têm a duração de 10 semanas – entre setembro e novembro – e são compostos por uma sessão semanal coletiva e sessões individuais, agendadas com as/os  formandas/os. A data prevista para o arranque dos cursos é 20 setembro em Lisboa e no Porto.

Aviso N.º POISE 33-2018-11 – Português para Todos – Candidaturas em curso

Imagem em Destaque
Aviso N.º POISE 33-2018-11 – Português para Todos – Candidaturas em curso
O Alto Comissariado para as Migrações, I.P., enquanto Organismo Intermédio do POISE, informa que foi publicado na quinta-feira, dia 30 de agosto, no Balcão 2020, o Aviso N.º POISE 33-2018-11, referente à T0 3.06 – Português para Todos. O período para apresentação das candidaturas decorre das 9h00 de 3 de setembro de 2018 às 18h00 de 31 de outubro de 2018.
Com a presente tipologia de operações pretende-se promover o desenvolvimento das competências sociais e profissionais dos cidadãos estrangeiros com situação regularizada em Portugal, habilitando-os para integrarem ações de formação em língua portuguesa e português técnico e para a certificação dos conhecimentos adquiridos, potenciando a sua empregabilidade e o reforço das oportunidades para a sua integração socioprofissional e cultural.
São elegíveis, para efeitos de financiamento, as seguintes ações previstas no n.º 1 do artigo 119.º do Regulamento Específico:
. Ações de formação em língua portuguesa;
. Ações de formação em língua portuguesa técnica nos diferentes sectores de atividade onde se manifeste a sua necessidade.
No âmbito da presente tipologia de operações, são elegíveis as seguintes entidades beneficiárias:
. A Direção‐Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), através dos estabelecimentos de ensino público;
. O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP, I.P.), através da sua rede de centros de gestão direta e participada.
A dotação financeira indicativa afeta ao presente concurso é de 2.950.000€ (dois milhões novecentos e cinquenta mil euros). A comparticipação pública da despesa elegível é repartida pelo Fundo Social Europeu (85%) e pela contribuição pública nacional (15%).
O Aviso pode ser consultado na íntegra em www.portugal2020.pt ("Inclusão Social e Emprego").

Aviso N.º POISE 33‐2018‐09 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana – Candidaturas em curso

Imagem em Destaque
Aviso N.º POISE 33‐2018‐09 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana – Candidaturas em curso
O Alto Comissariado para as Migrações, Organismo Intermédio do POISE, informa que foi publicado na sexta-feira, dia 29 de junho, no Balcão 2020, o Aviso N.º POISE 33‐2018‐09, referente à T0 3.08 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana, decorrendo o concurso das 9h00 de 02 de julho de 2018 às 18h00 de 27 de setembro de 2018.
Com a presente tipologia de operações pretende-se promover a inserção socioprofissional da comunidade cigana.
A dotação financeira indicativa afeta ao presente concurso é de 1.500.000€ (um milhão e quinhentos mil euros), distribuída da seguinte forma, em função da área geográfica prevista no presente Aviso:
1. Projetos a aprovar na região Norte no valor máximo de 500.000€ (quinhentos mil euros);
2. Projetos a aprovar na região Centro no valor máximo de 500.000€ (quinhentos mil euros);
3. Projetos a aprovar na região Alentejo no valor máximo de 500.000€ (quinhentos mil euros).
A comparticipação pública da despesa elegível é repartida pelo Fundo Social Europeu (85%) e pela contribuição pública nacional (15%).
O Aviso pode ser consultado na íntegra em www.portugal2020.pt (“Inclusão Social e Emprego”).

Aviso 57/FAMI/2018 - Empreendedorismo e Empregabilidade

Imagem em Destaque
Aviso 57/FAMI/2018 - Empreendedorismo e Empregabilidade
Encontra-se aberto o Aviso 57/FAMI/2018,  efetuado nos termos do artigo 9.º da Portaria n.º 407/2015, de 24 de novembro, no âmbito do Objetivo Especifico OE2 - Integração e Migração Legal, ON2 – Integração, no âmbito do FAMI – Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração, previstos na legislação comunitária e nacional aplicável e em vigor.
As candidaturas devem ser apresentadas através da submissão de formulário eletrónico, na plataforma SIGFC, Sistema Integrado de Informação e Gestão do QFP 2014-2020, disponibilizada em www.sigfc.sg.mai.gov.pt. No âmbito do presente Aviso encontra-se afeta a dotação de Fundo de 145.000,00€, o FAMI financia 75 % do valor elegível, conforme o disposto do nº 4 do artigo 3.º da Portaria ante mencionada, para cada projeto, com a duração máxima de 24 meses. A legislação comunitária e nacional aplicável, em vigor, bem como os respetivos documentos programáticos aprovados estão disponíveis para consulta em www.acm.gov.pt e em www.sg.mai.gov.pt.

Petição em defesa da não criminalização do apoio a migrantes - #WelcomingEurope

Imagem em Destaque
Petição em defesa da não criminalização do apoio a migrantes - #WelcomingEurope
#WelcomingEurope é a primeira iniciativa da Cidadania Europeia que visa a não criminalização do apoio a migrantes. Esta Campanha visa recolher, até 15 de fevereiro de 2019, 1 milhão de assinaturas de cidadãos europeus, com o intuito de reformar a política de migração europeia antes das eleições do Parlamento Europeu de 2019.
A iniciativa, registada pela Comissão Europeia em 15 de fevereiro de 2018, tem como objetivo apelar à Comissão Europeia para apoiar diretamente os cidadãos europeus que advogam uma Europa acolhedora.

ACM na primeira visita da Missão de Seleção ao Egito

Imagem em Destaque
ACM na primeira visita da Missão de Seleção ao Egito
Uma equipa constituída por elementos do ACM e do SEF realizou, de 8 a 12 de julho, a primeira viagem ao Egito, no âmbito da Missão de Seleção, para entrevistar, auscultar e sensibilizar as pessoas refugiadas, de entre o grupo de mais de 1.000, que serão reinstaladas em Portugal, durante 2018 e 2019.
Além de participarem nas entrevistas conduzidas pelo SEF, os elementos do ACM realizaram sessões de auscultação e de sensibilização. Recolher expetativas e aprofundar informação quanto aos percursos migratórios/necessidades individuais, prestar informação sobre Portugal e os principais direitos e deveres que caraterizam a sociedade portuguesa, e partilhar ferramentas úteis para informação adicional e recursos (Plataforma Português Online, APP MY CNAIM, Serviço Tradução Telefónica, entre outros) foram os objetivos das sessões.
A Missão de Seleção foi realizada ao abrigo do programa voluntário de reinstalação a partir de países terceiros (África, Médio Oriente e Turquia), proposto pela Comissão Europeia e apoiado por Portugal, que prevê o acolhimento de, pelo menos, 50 mil pessoas refugiadas no espaço europeu, nos próximos dois anos.

ACM e DGRSP - parceiros na capacitação de profissionais para a interculturalidade

Imagem em Destaque
ACM e DGRSP - parceiros na capacitação de profissionais para a interculturalidade
O ACM e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) assinaram, no dia 19 de julho, um Protocolo de Colaboração interinstitucional com o objetivo de reforçar conhecimentos e competências nas principais áreas temáticas ligadas à interculturalidade e discriminação. A cerimónia de assinatura, realizada no Salão Nobre do Ministério da Justiça, em Lisboa, contou com as presenças da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, e da Secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Mesquita Ribeiro.
Este Protocolo, assinado na ocasião pelo Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, e pelo Diretor-Geral, Procurador-Geral Adjunto da DGRSP, Celso Neves Manata, visa capacitar os recursos humanos da DGRSP ligados às áreas da Reeducação e Reinserção Social, assim como o Corpo da Guarda Prisional, dotando-os de conhecimentos e “ferramentas” específicas para comunicar de forma acessível com pessoas migrantes e grupos étnicos.
O ACM irá promover, no âmbito deste Protocolo, 14 ações de formação, de norte a sul do país, abrangendo cerca de 300 participantes, onde serão trabalhados conteúdos relativos a Estereótipos, Discriminação Racial, Fenómeno Migratório e Grupos Étnicos, tendo em vista uma atuação mais qualificada e inclusiva destes profissionais junto destes públicos-alvo.
“Deposito as maiores expetativas nesta iniciativa”
A Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade realçou a importância deste Protocolo “para as políticas de integração e de promoção dos direitos humanos”. “Vivemos momentos de grandes desafios, em que as migrações são uma realidade bem presente, pelo que a formação dos trabalhadores da área da Reeducação e Reinserção Social é uma aposta essencial”, referiu ainda Rosa Monteiro.
A capacitação de Recursos Humanos para a diversidade é, para Rosa Monteiro, fulcral, num país que já regista 200 nacionalidades. “Deposito as maiores expetativas nesta iniciativa”, disse ainda Rosa Monteiro, destacando o fato desta ser uma experiência já testada através de 3 ações de formação, realizadas em Lisboa, Porto e Coimbra.
Interiorizar a inclusão
Sensibilizar a sociedade e os profissionais para uma interiorização da inclusão e para a construção de uma sociedade mais global e um país com uma postura de abertura para a interculturalidade é, para a Secretária de Estado Adjunta e da Justiça, um dos maiores valores trazidos por esta iniciativa, que vem ao encontro da realidade do país: “O sistema prisional apresenta um número considerável de cidadãos/ãs de várias nacionalidades, exigindo por isso uma maior preparação dos profissionais da área”, salientou Helena Mesquita Ribeiro.
 
Notícias relacionadas:

MEET IR 2018 reúne 19 jovens de 8 comunidades religiosas

Imagem em Destaque
MEET IR 2018 reúne 19 jovens de 8 comunidades religiosas
19 jovens de 8 comunidades religiosas reuniram-se, de 17 a 20 de julho, na aldeia histórica de Castelo Novo, no Concelho do Fundão, para o Encontro de Jovens Inter-religioso (MEET IR) 2018, promovido pelo ACM.
A ocasião foi de dinamismo e comunicação entre todos. Os jovens participaram em várias atividades cooperativas e, logo no primeiro dia de Encontro, numa tertúlia, que contou com a presença dos participantes no MEET IR de 2016. As dinâmicas de trabalho sobre multiculturalidade, interculturalidade, diálogo intercultural e inter-religioso foram uma constante durante os 3 dias.
O grupo de jovens teve a oportunidade de visitar o projeto Matriz E6G do Programa Escolhas, onde participaram na Oficina de Costura Criativa, momento em que puderam fazer a boneca “Didlidu dos Abraços”, em conjunto com as crianças e jovens do projeto. Para assinalar o Dia de Mandela, celebrado a 18 de julho, todos pintaram uma tela alusiva ao tema.
O último dia de Encontro ficou marcado pela visita à Câmara Municipal do Fundão, momento em que, numa visita guiada, os jovens puderam conhecer a história e as várias curiosidades da cidade. A Casa de Barro foi outro dos momentos altos, em que o grupo teve a oportunidade de fazer algumas figuras em barro.
 
Carta Comum MEET IR 2018 - momentos de aprendizagem e partilha
 
A assinalar o Encontro de 2018, o grupo de jovens elaborou a Carta Comum MEET IR 2018, um documento onde ficarão registadas as principais aprendizagens e experiências partilhadas.
O Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, cinco representantes das comunidades religiosas, e o Vice Presidente da Câmara Municipal do Fundão, juntaram-se ao grupo, na última noite do MEET IR, para um jantar de convívio  e partilha de experiências deste encontro.
A noite terminou com um espetáculo apresentado pelos Jovens, com a síntese das aprendizagens realizadas nesta experiência, bem como o compromisso de contribuir para um mundo melhor, mais justo e mais plural.

OBCIG lança Newsletter de julho - "Jovens ciganos/as no Ensino Secundário" em destaque

Imagem em Destaque
OBCIG lança Newsletter de julho - "Jovens ciganos/as no Ensino Secundário" em destaque
"Os jovens ciganos/as no Ensino Secundario" é o tema central da Newsletter de julho do Observatório das Comunidades Ciganas (OBCIG).
 
 

Museu Nacional de Etnologia promove “Diálogos na Diversidade”

Imagem em Destaque
Museu Nacional de Etnologia promove “Diálogos na Diversidade”
O Museu Nacional de Etnologia promove o projeto “Diálogos na Diversidade: Programa de Educação para a Multiculturalidade”, que será implementado entre 2018 e 2020 e é dirigido a toda a comunidade escolar e educadores formais e informais. A participação de grupos escolares nas atividades integradas no projeto é gratuita, mas sujeita a reserva prévia.
O programa educativo, apresentado no dia 27 de junho, tem como objetivo “contribuir para o desenvolvimento de valores e atitudes que conduzam ao exercício de uma cidadania plena no contexto de uma sociedade crescentemente multicultural”, a partir das reflexões sobre os estereótipos de base racial, étnica e cultural, e sobre o papel social do Museu e a relevância das suas coleções para o conhecimento da diversidade cultural.
Workshops de Filosofia & Arte Com Crianças, de Narrativas & Artes Performativas, Teatro e Debate Integrado, e Encontros dedicados a coleções do Museu Nacional de Etnologia são as atividades educativas e pedagógicas do “Diálogos na Diversidade” previstas para 2018 e 2019.
A participação da comunidade escolar, incluindo estudantes – do 1.º, 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico, Ensino Secundário e Ensino Noturno –, docentes e encarregados de educação, nas atividades integradas no projeto é gratuita, mas sujeita a reserva prévia junto do Museu, através do e-mail servicoeducativo@mnetnologia.dgpc.pt
O projeto “Diálogos na Diversidade: Programa de Educação para a Multiculturalidade” é desenvolvido com o apoio exclusivo da Editora Santillana, mecenas para a área de educação do Museu durante o próximo triénio, e vem reforçar o programa de mediação cultural vocacionado para a educação para a multiculturalidade que o Museu já desenvolve.
Mais informações em: Museu Nacional de Etnologia e Facebook.

Inaugurado CLAIM em Arganil

Imagem em Destaque
Inaugurado CLAIM em Arganil
Arganil dispõe de um novo Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM). A inauguração formal, presidida pelo Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado, e pelo Presidente do Município, Luís Paulo Costa, na presença da Vogal do Conselho Direito do ACM, Romualda Fernandes, decorreu no dia 5 de julho. Na ocasião, foi também formalizada a assinatura do protocolo de cooperação entre as entidades.
Com o CLAIM de Arganil, a funcionar no Espaço do Cidadão do município, a Rede Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (RNAIM) soma 94 Centros Locais e 3 Centros Nacionais no Porto, em Lisboa e em Faro.
Fotografias: Câmara Municipal de Arganil

Ministra da Presidência recebe jovens premiados na Gala Escolhas

Imagem em Destaque
Ministra da Presidência recebe jovens premiados na Gala Escolhas
A Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, recebeu, no dia 6 de julho, no edifício da Presidência do Conselho de Ministros, um grupo de sete jovens distinguidos durante a Gala Escolhas 2017.
O encontro decorreu na presença da Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, do Alto-comissário para as Migrações e Coordenador Nacional do Programa Escolhas, Pedro Calado, da Diretora do Programa Escolhas, Luísa Ferreira Malhó, assim como de outros elementos da equipa central do Programa.
Maria Manuel Leitão Marques deu as boas-vindas às/aos jovens à sala onde às quintas-feiras decorre, habitualmente, o Conselho de Ministros, fazendo um breve enquadramento do funcionamento deste órgão colegial e convidando cada jovem a ocupar o lugar de um Ministério à escolha. No final, cada jovem foi incentivado a deixar uma mensagem destinada às/aos ministras/os que “substituíram” neste encontro.
Numa conversa individual com cada um/a dos/as jovens presentes na sessão, a Ministra deixou uma nota de reconhecimento pelo percurso de cada um/a, abrindo horizontes a novos percursos, por forma a que estes/as continuem a ser alvo de reconhecimento pelo seu percurso académico e/ou de vida.
Símbolo de gratidão pelo encontro proporcionado, as/os jovens entregaram à Ministra da Presidência um pequeno drone construído – e maioritariamente produzido – pelo projeto Escolhas INOVAR “3E” – E6G, de Casal de Cambra, Sintra.
A edição de 2017 da Gala Escolhas decorreu a 20 de dezembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, e serviu de espaço ao reconhecimento público do percurso de vários elementos da comunidade Escolhas. Entre as/os galardoadas/os presentes neste encontro com a Ministra da Presidência estiveram Afonso Oliveira, do projeto Renascer – E6G, de Ponta Delgada (Mérito Escolar – 2.º Ciclo), André Costa Lima, do projeto Eurobairro – E6G, de Vila Nova de Famalicão (Mérito Escolar – 3.º Ciclo), Patrícia Oliveira, do projeto Escolhe Vilar – E6G, de Vila Nova de Gaia (Mérito Escolar - Secundário), Josué e Joel Oliveira (grupo UAIS), do projeto Mais Sucesso – E6G, de Olhão (Grupo/Artista do Ano), Vasil Dimitrov Kapov, do Projeto ST – E6G, de Odemira (Empreendedor do Ano) e Milton Lopes, do Projeto Esperança – E6G, de Loures (Voluntário do Ano).

ACM promove empreendedorismo de pessoas refugiadas e migrantes

Imagem em Destaque
ACM promove empreendedorismo de pessoas refugiadas e migrantes
Com vista à integração de pessoas migrantes e refugiadas no mercado de trabalho, o Alto Comissariado para as Migrações, I.P., continua a dinamizar ações de formação na área do empreendedorismo, através do PEI – Projeto Promoção do Empreendedorismo Imigrante e por via do REFUJOBS. No âmbito destes cursos, os produtos e ideias de negócio têm oportunidade de ser testados numa montra experimental, a POP-UP Store.
Antigas/os e atuais formandas/os estiveram reunidos, no dia 5 de julho, no Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) de Lisboa para uma troca de experiências e entrega de diplomas às/aos empreendedoras/es que frequentaram o anterior curso do PEI “Apoio à Criação de Negócio”. A sessão contou ainda com uma visita à mostra de produtos POP-UP Store, que decorreu entre 3 e 6 de julho.
2.ª ação de formação de empreendedorismo REFUJOBS
O Alto Comissariado para as Migrações, I.P., encontra-se a dinamizar a segunda edição da iniciativa de capacitação de pessoas refugiadas, no âmbito do REFUJOBS, com o objetivo de prestar apoio no desenvolvimento de projetos que conduzam à criação do próprio emprego em Portugal.
A decorrer no Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes (CNAIM) de Lisboa desde 21 de junho, esta atividade é frequentada por 10 participantes, sendo conduzida por um formador especializado na área do empreendedorismo e acompanhada em sala de aula por uma tradutora de português/árabe.
Esta ação segue a metodologia do PEI – Projeto Promoção do Empreendedorismo Imigrante, que integra um curso de “Apoio à Criação de Negócios” – 10 sessões coletivas semanais e sessões individuais de 30 minutos – e também o apoio técnico necessário posterior à conclusão do curso. Todos os materiais didáticos, como o “Dossier do Empreendedor”, têm tradução em árabe.
Produtos colocados à prova na POP-UP Store
No âmbito destas formações, o espaço Janela Intercultural do CNAIM de Lisboa recebeu, entre 3 e 6 de julho, mais uma edição da loja POP-UP, que serve de espaço de experimentação aos negócios que as/os empreendedoras/es pretendem colocar em marcha. Neste contexto de contacto privilegiado com o mercado, numa conjuntura real, dá-se espaço a possíveis ajustes de conceitos e produtos antes da formalização dos negócios.
Esta edição da POP-UP Store contou com a participação de seis projetos empreendedores com artigos na área do artesanato e da gastronomia, entre os quais, brigadeiros gourmet, bolachas sírias, falafel, e outros produtos da cozinha árabe.
Entrega de diplomas
Por forma a assinalar a conclusão dos dois primeiros cursos do PEI “Apoio à Criação de Negócio”, que tiveram lugar entre janeiro e março de 2018, em horário laboral e pós-laboral, o ACM, I.P., através do Gabinete de Apoio ao Empreendedor Migrante (GAEM) aproveitou a ocasião para reunir atuais e antigas/os formandas/os, numa sessão de entrega de Diplomas e Cartas de Recomendação.
Numa perspetiva de partilha de experiências, as/os empreendedoras/es deram a conhecer ao grupo atualmente em formação as suas ideias e produtos, bem como os percursos decorridos rumo à implementação dos negócios. Em discussão estiveram ideias de negócio relacionadas com a área da restauração, a produção de uma cerveja artesanal ou a gestão de espaços afetos ao alojamento local, entre outros.

Imigração é a maior preocupação nos países europeus - Portugal é exceção

Imagem em Destaque
Imigração é a maior preocupação nos países europeus - Portugal é exceção
De acordo com o resultado da sondagem Eurobarómetro, realizada em março de 2018, a imigração continua a ser a questão mais importante que a UE enfrenta para 38% dos cidadãos europeus (-1 ponto percentual desde o outono de 2017). "É a preocupação número um a nível da UE em 21 Estados-Membros (mais de 14 no Outono de 2017). As taxas mais elevadas são encontradas na Estónia (62%), na República Checa (58%) e na Hungria (56%). É a segunda preocupação mais importante a nível da UE em todos os restantes Estados-Membros, com exceção de Portugal, onde ocupa a quinta posição, com apenas 16%.”
Consulte o Eurobarómetro

Alto-comissário para as Migrações na Revista "Con(tacto)", do Espaço t

Imagem em Destaque
Alto-comissário para as Migrações na Revista "Con(tacto)", do Espaço t
Conheça a Revista "Con(tacto)", do Espaço t - Associação Para Apoio à Integração Social e Comunitária, e leia, na página 4, o artigo do Alto-comissário para as Migrações, Pedro Calado,  centrado na "(...)importância que a Arte e Cultura podem assumir como agentes transformadores de territórios e populações".
A Revista "Con(tacto)", já na sua 20.ª edição, está integrada no projeto "O Meu País no Teu", financiado pelo Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI).

Aviso N.º POISE 33‐2018‐09 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana – Sessões de esclarecimento

Imagem em Destaque
Aviso N.º POISE 33‐2018‐09 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana – Sessões de esclarecimento
O Alto Comissariado para as Migrações, I.P., enquanto organismo intermédio do PO ISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, informa que irá promover sessões de esclarecimento no âmbito do AVISO N.º POISE 33‐2018‐09, referente à T0 3.08 – Inserção Socioprofissional da Comunidade Cigana.
As sessões ocorrerão nos seguintes locais e datas:
. Coimbra, 20 de julho, 14 horas, Centro Distrital de Segurança Social de Coimbra, Rua Abel Dias Urbano, n.º 2 R/C, 3004-519 Coimbra;
. Beja, 25 de julho, 14 horas, Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Beja, Rua Pedro Soares, 7800-295 Beja;
. Porto, 27 de julho, 14 horas, IPDJ Porto – Casa do Desporto, Rua António P. Machado 60, 4100-068 Porto.
Inscrições através do e-mail naci@acm.gov.pt até um dia antes da sessão respetiva.

ACM recebe Núcleo de Estudantes Africanos da Universidade Lusófona

Imagem em Destaque
ACM recebe Núcleo de Estudantes Africanos da Universidade Lusófona
O Alto Comissariado para as Migrações, I.P., recebeu, na tarde de quarta-feira, dia 12 de julho, a presidente e vice-presidente da Associação N.E.A.L. – Núcleo de Estudantes Africanos da Universidade Lusófona.
Na reunião com o Alto-comissário para as Migrações, Márcia Costa e Cátia Freire deram a conhecer os objetivos traçados e os projetos para o novo mandato que estará em vigor durante o biénio 2018-2020.

Related Articles Related Articles

Migrant Support Line

This hotline is working from Monday to Friday between 9:00 am and 7:00 pm. Get more information here.

Powered By Liferay

Fechar popup

Bem-vindo ao novo portal do Alto Comissariado para as Migrações

Procuramos reunir aqui um conjunto de informação essencial e de interesse para os migrantes. No entanto, sabemos que este é um trabalho contínuo que nunca está terminado.

Contamos consigo para tornar este site mais completo. Se souber de alguma informação que deva ser adicionada ou corrigida, entre em contacto connosco através do acm@acm.gov.pt.